Varizes: fatores de risco e prevenção

Varizes: fatores de risco e prevenção

Varizes não são um problema grave e apenas eventualmente causam dor ou inchaço. Mas quem convive com elas sabe o quanto incomodam, principalmente pela questão estética. Dentro desse cenário, a boa notícia é que existem diversas maneiras comprovadas, de prevenir, retardar ou controlar esse problema crônico, ocasionado pela dilatação das veias, principalmente aquelas localizadas nos membros inferiores. Elas constituem um problema crônico que pode surgir em qualquer idade. Por isso, é importante estar alerta diante de possíveis manifestações iniciais da doença para procurar um tratamento adequado.

Fatores de risco:

  • Predisposição genética: pessoas com histórico familiar da doença devem se preocupar com a prevenção dos problemas circulatórios desde cedo e adotar medidas que ajudem, pelo menos, a retardar o processo.
  • Sexo feminino: as mulheres estão mais sujeitas a desenvolver varizes. Alterações hormonais durante a gravidez, menstruação e menopausa, assim como o uso de pílulas anticoncepcionais e a reposição hormonal, são fatores de risco.
  • Imobilidade: ficar muitas horas em pé ou sentado impossibilita a circulação adequada do sangue. Quando se fica sentado com as pernas para baixo e sem movimentá-las, dificulta-se o bombeamento do sangue para a parte superior do corpo, causando um acúmulo nas pernas. O mesmo ocorre quando ficamos por horas em pé. A pressão da gravidade na parte inferior dificulta a circulação.

Prevenção

Prevenir o aparecimento de varizes requer mudanças permanentes no estilo de vida. E sempre vale a pena insistir: o fato de já ter retirado uma veia doente não impede que as lesões apareçam em outra veia dos membros inferiores. Por isso, a recomendação é não desconsiderar os primeiros sinais da doença.

  • Sedentarismo: a atividade física é fundamental na prevenção e tratamento das varizes. Praticar exercícios estimula o sistema circulatório como um todo e facilita o retorno do sangue para o coração.
  • Imobilidade: evitar ficar por muito tempo em pé ou sentada. Qualquer exercício que facilite a contração e relaxamento da panturrilha ajuda a bombear o sangue de volta para o coração.
  • Obesidade: a alimentação equilibrada e a prática regular de exercícios físicos são medidas fundamentais para diminuir o risco que o excesso de peso representa.
  • Tabagismo: as substâncias que entram na composição do cigarro deixam o sangue mais viscoso, dificultando a circulação e favorecendo seu acúmulo nas veias das pernas.
  • Meias de compressão:  as meias de compressão são altamente indicadas, elas ajudam o sangue a fluir melhor pelo sistema sanguíneo e, além das varizes, melhoram a sensação de cansaço e o inchaço nos membros inferiores. É importante informar que o uso deve ser apenas com orientação médica.

1 comentário em “Varizes: fatores de risco e prevençãoAdicione o seu →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *