Bacterial vaginosis. Vaginal secretions contain epithelial cells, so-called clue cells covered with bacteria Gardnerella vaginalis, 3D illustration

Vaginose Bacteriana: Conheça Causas, Sintomas E Tratamentos

Causada a partir de um desequilíbrio da flora vaginal, a vaginose bacteriana é uma infecção que afeta a maioria das mulheres em algum momento da vida. Ela ocorre constantemente em mulheres que não apresentam sintomas e por esse motivo quase sempre é descoberta durante um exame ginecológico de rotina.

Embora seja comum, é algo que não pode ser subestimado, pois ela pode aumentar a vulnerabilidade da mulher para o surgimento de infecções sexualmente transmissíveis (IST) e infecções urinárias. Além disso, também amplia o risco de endometrite, podendo provocar parto prematuros. Por isso, é preciso estar atenta aos sinais desse desequilíbrio.

Alguns dos sintomas da vaginose bacteriana são: corrimento vaginal, geralmente de cor amarela, branca ou cinza, que se apresenta com um odor forte e desagradável, ardência ao urinar e/ou coceira no exterior da vagina. Embora isso ocorra, algumas mulheres também podem não apresentar os sintomas. Por isso os exames ginecológicos são fundamentais para você saber como anda a sua saúde.

Importante estar atenta para algumas das implicações sérias causadas pela vaginose bacteriana. Entenda:

  • Parto prematuro ou recém-nascido com peso abaixo da média;
  • As bactérias causadoras desse problema podem infectar o útero e as trompas de falópio. Esta inflamação é conhecida como doença inflamatória pélvica (DIP);
  • A vaginose bacteriana pode aumentar a probabilidade de infecção por IST, HIV/Aids, em casos de exposição ao vírus;

Vale lembrar que o diagnóstico somente é feito com base em critérios clínicos, a fim de dar início a um tratamento orientado por um médico ginecologista.

1 comentário em “Vaginose Bacteriana: Conheça Causas, Sintomas E TratamentosAdicione o seu →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *