PAAF

PAAF – O que é e como é feito o procedimento?

PAAF significa Punção Aspirativa por Agulha Fina. Parece ser um exame complicado,…

PAAF significa Punção Aspirativa por Agulha Fina. Parece ser um exame complicado, mas não é! Quem explica isso para nossas leitoras é o responsável por procedimentos intervencionistas no Femme – Laboratório da Mulher, Dr. Gustavo Badan.

 

Trata-se de um “tipo de punção na qual uma agulha fina é introduzida na mama, sob anestesia local, e feita através da visualização pelo ultrassom. Assim, o médico identifica o nódulo no ultrassom e então realiza o procedimento”, explica o médico.

 

A PAAF tem o objetivo de “se obter material para a análise das células que compõem o(s) nódulo(s)”, esclarece. Este tipo de biópsia é muito útil para o “esvaziamento completo de cistos palpáveis ou inflamados, promovendo alívio das dores mamárias, sendo esta uma de suas principais indicações”, diz Dr. Gustavo.

 

O especialista lembra que o procedimento também pode ser usado para o diagnóstico dos nódulos mamários, “através da análise anatomopatológica do material obtido, esclarecendo dúvidas diagnósticas”.

 

A PAAF dói?

 

Uma das questões que muitas de nós mulheres costumam fazer sobre este tipo de exame é se ele é doloroso. O médico diz que a PAAF é bem tolerada pela maioria das pacientes e é realizada anestesia local após a localização da lesão.

Ele lembra ainda que no Femme – Laboratório da Mulher, há um cuidado ainda maior. Se a paciente sentir dor mesmo depois da anestesia, basta avisar ao médico, que vai interromper o exame e aplicará um reforço na dose do anestésico.

Após a realização do exame, o material obtido é colocado em lâminas e encaminhado para estudo citológico no setor de Anatomia Patológica do Femme – Laboratório da Mulher, que fará a análise.

 

PAAF – Preparo para o exame

  • Não tomar medicações contendo antiagregantes plaquetários, como o ácido acetil salicílico (Aspirina, AAS, Melhoral, Buferin ou Somalgin), clopidrogel (Plavix) e ticlopidina (Ticlid) ou anticoagulantes orais (tais como Marevan, Coumadin ou Varfarin) cinco dias antes do procedimento e dois dias após o exame, com o consentimento do médico assistente.
  • Trazer exames anteriores de ultrassonografia mamária, mamografia e ressonância de mamas, se houver;
  • Não é necessário levar acompanhante para as pacientes maiores de 18 anos.

 

No Femme – Laboratório da Mulher, você tem à sua disposição alta tecnologia e atendimento humanizado para fazer os exames necessários para o seu pré-natal. Pré-agende pelo nosso site ou pelo aplicativo, disponível para Android e iPhone.

 

dsts

Conhecendo Mais Sobre os Miomas e a Saúde Feminina

MIOMAS – O que São Apesar da causa dos miomas ou fibromas…

MIOMAS – O que São

Apesar da causa dos miomas ou fibromas ainda ser desconhecida, é sabido que a progesterona e o estrogênio estão diretamente ligados ao seu desenvolvimento. Considerados tumores benignos do útero, eles representam uma desordem hormonal das fibras musculares, ocasionando a formação de nódulos.

A doença afeta cerca de 50% das mulheres e apresenta uma incidência maior em mulheres negras. Outros fatores que aumentam a propensão do mioma são a obesidade e a nuliparidade (não ter filhos).

Sintomas

Apesar de se manifestar em mais de 75% das mulheres, a metade não apresenta os desconfortos causados por ele:

Menstruação irregular;

Cólicas;

Sangramento uterino anormal;

Pressão na bexiga.

Diagnóstico

Por ser uma doença assintomática, os miomas são descobertos em exames como o ultrassom e o ginecológico.

Saiba mais no vídeo abaixo, com explicação do Prof. Dr. Rogério Ciarcia Ramires, especialista em Citopatologia e co-fundador do Femme – Laboratório da Mulher :