mulher stress no trabalho

Como o trabalho pode influenciar na saúde da Mulher?

O Dia do Trabalho é uma data para descansar, diminuir o ritmo…

O Dia do Trabalho é uma data para descansar, diminuir o ritmo do dia a dia, recarregar as baterias. Para nós, mulheres, isso não é tão fácil, já que muitas de nós – a maioria talvez – encaram tarefas domésticas além do trabalho fora de casa.

Sem que você perceba, esse acúmulo diário de coisas a fazer vai alimentando um inimigo invisível que sabota as defesas do nosso organismo: o estresse.

Sabe quando você vai ao médico com uma dorzinha ou um incômodo que não sabe direito de onde surgiu? Queixas que não se encaixam em doenças? Elas podem ter sido causadas pelo estresse.

Estresse: O Vilão

E esse vilão surge dessa obrigatoriedade a que nós somos submetidas pela sociedade, de que precisamos assumir diversos papéis – trabalhadora, mãe, dona de casa -, de que necessitamos ser multitarefas.

O problema é sério. Você sabia que entre nós mulheres, os problemas cardíacos têm aumentado muito? As doenças do coração representam 30% das causas de morte entre mulheres com mais de 40 anos. Matam mais do que o câncer ginecológico. Estima-se que, no mundo, 8,5 milhões de mulheres morram por causa de cardiopatias.

Metade das mulheres brasileiras que trabalham em ambientes corporativos sofrem de estresse. Como lembra o Prof. Dr. Roberto Cardoso, coordenador do Núcleo do Propósito no Femme – Laboratório da Mulher, nós estamos mais suscetíveis ao problema porque, em algumas situações, precisamos nos moldar ao modelo masculino imposto pelo mercado de trabalho.

Uma das formas de combater o estresse é o coping, que é, nas palavras do Dr. Roberto, “a atitude consciente que você tem diante de uma constatação de stress”. Ou seja, é aquele momento em que você percebeu que o problema existe e precisa fazer alguma coisa para resolvê-lo.

Mas mudanças no ambiente de trabalho também podem ajudar a melhorar nossa saúde. Para Samia Simurro, vice-presidente da Associação Brasileira de Qualidade de Vida, um caminho seria o da “parceria”. Um exemplo disso, segundo ela, seria a melhor relação de empresas e empregadores com as mulheres que se tornam mães, criando creches no ambiente de trabalho, deixando-as mais próximas de seus filhos neste período importante da vida.

E você, amiga, sente que o trabalho a desgasta muito? Compromete a sua qualidade de vida? Não descuide! Verifique se sua saúde está em dia. Marque uma consulta com seu médico e, a pedido dele, faça seus exames periódicos no Femme, o laboratório com décadas de trabalho dedicado às mulheres. Faça o pré-agendamento em nosso site ou pelo aplicativo para Android e iPhone.

 

ansiedade

Ansiedade Afeta Mais Mulheres do que Homens

A ansiedade é um mal do mundo moderno, em que nós precisamos…

A ansiedade é um mal do mundo moderno, em que nós precisamos estar alertas o tempo todo, ligadas no mundo, no trabalho, na família… São tantas as preocupações que muitas vezes nos esquecemos de nossa saúde e nossa qualidade de vida.

Um estudo recente da Universidade de Cambridge, no Reino Unido, afirma que nós mulheres temos duas vezes mais chance de sofrermos com ansiedade do que os homens.

De acordo com os pesquisadores, apesar de atingir todos os gêneros e faixas etárias, a ansiedade afeta de forma desproporcional mulheres e pessoas com menos de 35 anos.

 

ANSIEDADE E PROBLEMAS DE SAÚDE

A preocupação excessiva, que pode levar a pessoa a fazer mudanças em seus hábitos sociais, pode ser um dos sinais de ansiedade, que também está associada a problemas de saúde como diabetes e hipertensão.

O perigo é real. Metade das mulheres brasileiras que trabalham em ambientes corporativos sofrem de estresse. Como lembra o Prof. Dr. Roberto Cardoso, coordenador do Núcleo do Propósito no Femme – Laboratório da Mulher, nós estamos mais suscetíveis ao problema porque, em algumas situações, precisamos nos moldar ao modelo masculino imposto pelo mercado de trabalho.

 

Por isso, siga algumas dicas para evitar o estresse no trabalho:

  • De olho nos sinais do corpo – cansaço em excesso, irritabilidade, problemas de concentração e memória;
  • Qual é a fonte do estresse? Identifique-a para poder trabalhar melhor o problema;
  • Busque o diálogo – a solução para uma questão que pode parecer impossível de resolver pode estar em uma comunicação melhor com colegas de trabalho;
  • O trabalho não pode ocupar toda a sua vida. Busque um hobby, um esporte, saia com as amigas;
  • Atividades físicas ajudam a descomprimir a pressão do dia a dia, e nem precisa de academia. Uma caminhada já ajuda;
  • Durma bem e bastante. Nem todos conseguem, mas o ideal é tentar dormir as 8 horas recomendadas;
  • Proteja seu sistema imunológico. Procure alimentos ricos em vitamina C e zinco, como feijão e iogurte.

Também é fundamental que você mantenha-se em dia com seus exames periódicos. Pré-agende no Femme – Laboratório da Mulher, pelo site, telefone (11 3050-9043) ou aplicativo para smartphones Android, iPhone ou iPad.

 

Foto Crédito: amenclinics_photos on Visualhunt.com / CC BY-SA

ano novo

Comece o Ano Pensando na sua Saúde

2018 já começou e com o novo ano surgem novos desafios, novos…

2018 já começou e com o novo ano surgem novos desafios, novos objetivos, novas conquistas, mas o caminho a ser trilhado para alcançarmos nossas metas neste novo ano, pode ser bem complicado caso não cuidemos do nosso corpo.

Estatisticamente, nós mulheres vivemos cerca de sete anos a mais do que os homens (segundo estimativa do Ministério da Saúde), isso porque desde cedo estamos mais acostumadas a ter nossa saúde acompanhada por médicos, mas o estresse e o corre-corre do cotidiano derrubam qualquer uma.

 

Por isso, uma boa resolução de ano novo é adotar hábitos mais saudáveis, para fortalecer seu corpo, preparando-o para encarar de frente tudo o que 2018 nos reservar:

 

DICAS PARA O ANO NOVO

  1. Não costuma se alimentar bem? Mude isso, mas siga o seu ritmo, não dá pra acordar um dia e decidir trocar a alimentação na marra. Estabeleça uma mudança no cardápio por etapas. Um dia você corta as frituras, no outro você abandona nos refrigerantes. Quando você menos esperar já vai estar se alimentando melhor sem crise;

  2. O mesmo pensamento você pode adaptar para a malhação. A não ser que você já esteja acostumada com as academias, vale mais condicionar seu físico aos poucos. Comece fazendo caminhadas pelo bairro algumas vezes por semana;

  3. Descanse! Se a semana foi longa e o corpo pede uma trégua, deixe a balada para outro dia. Recupere a energia, com isso você vai curtir muito mais a noite.

 

Além disso, que tal se adiantar e já marcar uma consulta com seu médico para realizar seus exames de rotina logo no comecinho do ano? No Femme – Laboratório da Mulher, você pré-agenda seus exames pelo site, telefone (11 3050-9043) ou aplicativo para iOS (iPhone, iPad) ou Android, e realiza eles em um ambiente todo dedicado à saúde feminina.

Campanha Saúde da Mulher 2017

Chega ao Fim mais uma Edição da Campanha Saúde da Mulher

Na quinta-feira, 30 de novembro, se encerrou a edição 2017 da Campanha…

Na quinta-feira, 30 de novembro, se encerrou a edição 2017 da Campanha Saúde da Mulher, com a palestra do Dr. Roberto Cardoso, coordenador de Medicina Fetal do Femme – Laboratório da Mulher, sobre o tema “Por que as Mulheres Sofrem mais com o Stress?”

Femme - Campanha Saúde da Mulher 2017

O EVENTO

Durante duas semanas, o evento, promovido pelo Femme e aberto ao público, contou com a participação de diversos especialistas em uma programação que buscou debater assuntos relacionados à prevenção de doenças que atingem nós mulheres.

Dia 21/11 –  Educação dos Filhos: Palavras Construtivas e Destrutivas – psicóloga Miriam Rodrigues

Dia 22/11 – As Várias Faces da Saúde da Mulher – ginecologista Dra. Helena Junqueira

Dia 23/11 – Emagrecimento Saudável: Mitos e Verdades –  Dr. Paulo Olzon, colunista de saúde da BandNews FM

Dia 29/11 – Existe o Par Ideal? Erros e Acertos no Relacionamento a Dois – psicóloga Cristiane Romano

Dia 30/11 – Por que as Mulheres Sofrem Mais com o Stress? – Dr. Roberto Cardoso, coordenador de Medicina Fetal do Femme – Laboratório da Mulher

 

A Campanha deste ano chegou ao fim, mas a dedicação do Femme – Laboratório da Mulher no atendimento voltado às mulheres prossegue diariamente.

 

Faça o pré-agendamento dos seus exames através do nosso site, telefone (11 3050-9043) e aplicativo para Android e iOS.

 

campanha saúde da mulher 2017

Femme realiza a Campanha Saúde da Mulher 2017

O “Amor por Ela” do Femme – Laboratório da Mulher, seu amor…

O “Amor por Ela” do Femme – Laboratório da Mulher, seu amor por nós, vai além da dedicação diária dos seus colaboradores. A preocupação com a melhoria de vida das mulheres brasileiras faz com que o Femme, periodicamente, realize a Campanha Saúde da Mulher.

O tema desta edição 2017 da Campanha, sempre dedicada à educação e prevenção de doenças que atingem a população feminina, é “Cuidando da Saúde e da Alma Feminina”, com diversas palestras sobre o universo da mulher com profissionais renomados.

PROGRAMAÇÃO DA CAMPANHA SAÚDE DA MULHER 2017

 

Dia 21/11 – 19h

A psicóloga Miriam Rodrigues, idealizadora do Programa Educação Emocional Positiva, falará sobre Educação dos Filhos: Palavras Construtivas e Destrutivas.

 

Dia 22/11 – 19h

Dra. Helena Junqueira, ginecologista, irá abordar diversos assuntos relativos ao bem-estar feminino: As Várias Faces da Saúde da Mulher.

 

Dia 23/11 – 19h

O colunista de saúde da BandNews FM, Dr. Paulo Olzon, falará sobre Emagrecimento Saudável: Mitos e Verdades.

 

Dia 29/11 – 19h

Cristiane Romano, psicóloga especialista em terapia de casais e família, abordará o tema Existe o Par Ideal? Erros e Acertos no Relacionamento a Dois.

 

Dia 30/11 – 19h

Dr. Roberto Cardoso, coordenador de Medicina Fetal do Femme – Laboratório da Mulher e autor dos livros “Medicina e Meditação” e “Tetos Profissionais”, falará sobre Por que as Mulheres Sofrem Mais com o Stress?

 

O evento será realizado na Rua Desembargador Eliseu Guilherme, 282, próximo à estação Paraíso do Metrô, no bairro do Paraíso, São Paulo, capital.

Quer participar? Escolha quais palestras você deseja assistir e se inscreva no site http://www.laboratoriodamulher.com.br/campanhasaudedamulher .

 

setembro vermelho

Setembro Vermelho: Um Mês para Cuidar do Coração

Certamente você deve ter ouvido que este é o Setembro Vermelho. Mas…

Certamente você deve ter ouvido que este é o Setembro Vermelho. Mas o que isso significa? A campanha foi criada em 2014 pelo Instituto Lado a Lado Pela Vida para educar sobre a prevenção de doenças cardiovasculares.

E o mês de setembro foi escolhido porque no dia 29 é celebrado o Dia Mundial do Coração.

Você sabia que, entre nós mulheres, os problemas cardíacos têm aumentado muito? As doenças do coração representam 30% das causas de morte entre mulheres com mais de 40 anos. Matam mais do que o câncer ginecológico. Estima-se que, no mundo, 8,5 milhões de mulheres morram por causa de cardiopatias.

O Prof. Dr. Roberto Cardoso, especialista em Medicina Fetal e coordenador do Núcleo de Propósito no Femme – Laboratório da Mulher, evidenciou isto durante painel na Campanha da Saúde da Mulher 2015.

“Quando eu fiz medicina, a relação de infarto entre homens e mulheres era de 9 para 1, 10 para 1. Hoje é de 2 para 1, 3 para 1”, afirmou Dr. Roberto.

 

Então, amiga, fique atenta para a prevenção. Separamos algumas dicas de hábitos para você manter a saúde do seu coração.

setembro vermelho

Sete hábitos para manter o coração saudável

A OMS (Organização Mundial da Saúde) tem sete recomendações para você prevenir doenças cardíacas:

 

  1. Não fumar;
  2. Não seja sedentária: pratique exercícios;
  3. Cuidado com o excesso de peso. O ideal é IMC (índice de massa corporal) entre 20 e 25;
  4. Fique de olho na pressão arterial. Meça com frequência;
  5. Adote uma dieta balanceada. Evite sal, açúcar e gordura em excesso;
  6. Controle o colesterol. Cuidado com alimentos ricos em gordura saturada ou gordura trans;
  7. Atenção à glicose para prevenir a diabetes.

Não deixe de se consultar com seu médico regularmente e faça seus exames de rotina em um local com alta tecnologia e atendimento humanizado. Faça seu pré-agendamento no Femme – Laboratório da Mulher, através do nosso site, telefone (11 3050-9043) e aplicativo para Android e iOS.

 

mulher stress no trabalho

Problemas pouco conhecidos causados pelo estresse: Atriz perdeu dentes

Em entrevista recente ao talk show do apresentador Jimmy Fallon, a atriz…

Em entrevista recente ao talk show do apresentador Jimmy Fallon, a atriz Demi Moore, conhecida por “Ghost – Do Outro Lado da Vida” e “As Panteras – Detonando”, revelou que o stress a levou a perder dentes da frente da boca.

“Adoraria dizer que foi andando de skate ou algo assim bacana, mas de todo modo acho importante compartilhar a causa, que, depois do coração é um dos principais assassinos dos EUA: o estresse.”

demi moore - dentes - stress

Símbolo sexual em filmes como “Striptease”, a estrela de 54 anos, que já foi casada com Bruce Willis e Ashton Kutcher, disse que a situação a deixou mais “humana” e “vulnerável” e que suas filhas se divertiram com seu novo ‘look’.

Mas será que isso é comum? Será que outros problemas de saúde, que aparentemente não têm relação alguma, são provocados pelo estresse?

Em busca destas respostas, a gente procurou o Dr. Roberto Cardoso especialista em Medicina Fetal e coordenador do Núcleo do Propósito no Femme – Laboratório da Mulher.

Doutor, existem outros problemas pouco conhecidos que podem ser ocasionados pelo stress?

Sim. Poderíamos dizer que mesmo que um problema de saúde não seja causado pelo estresse, qualquer problema pode ser agravado pelo estresse. Podemos ter inclusive, redução da libido, impotência sexual e até aumento de peso.

E o que seria o coping, como ele pode auxiliar quem sofre com o estresse?

O coping é aquilo que você faz conscientemente para administrar o estresse, quando você se percebe estressado. Se você está estressado e dorme demais ou bebe demais, sem nenhuma consciência, isso é uma reação inadequada ao stress. Mas se você se percebe estressado e, conscientemente, vai fazer uma atividade que você já sabe que reduz o nível de estresse [isto é o coping]. Outra face do coping seria, após reduzir o nível de ansiedade, buscar a resolução do problema que ocasionou o estresse. Muitos chamam esta segunda etapa de “enfrentamento”, mas eu prefiro chamar de resolução consciente e equilibrada.

Resultados de exames laboratoriais podem apresentar sinais de que a pessoa sofre com estresse?

Sim. Principalmente as substâncias que se relacionam com o estresse crônico (o que causa doença), como por exemplo os níveis de cortisol durante o dia.

Portanto, previna-se. Não deixe de passar pelo médico e realizar os exames pedidos por ele. Faça seu pré-agendamento no Femme – Laboratório da Mulher, através do nosso site, telefone (11 3050-9043) e aplicativo para Android e iOS.

equilibrio-trabalho

Que Intervenções Devemos Fazer para Reequilibrar o Ambiente de Trabalho?

Volta e meia falamos sobre stress aqui no blog e o ambiente…

Volta e meia falamos sobre stress aqui no blog e o ambiente de trabalho é certamente uma das maiores causas dele, tanto em homens como em mulheres.

A situação se complica para nós porque muitas mulheres têm jornadas duplas, encaram as situações de tensão no trabalho e depois administram as obrigações da vida doméstica e familiar.

Esse desequilíbrio se reflete nas estatísticas. Uma pesquisa de alguns anos atrás mostrou que 51% das mulheres brasileiras em ambiente corporativo sofrem de stress.

Mas o que pode ser feito para reequilibrar o ambiente de trabalho no que diz respeito às relações entre homens e mulheres?

PARCEIROS

Para Samia Simurro, Vice-presidente da Associação Brasileira de Qualidade de Vida, um caminho seria o da “parceria”. Um exemplo disso, para ela, seria a melhor relação de empresas e empregadores com as mulheres que se tornam mães, criando creches no ambiente de trabalho, deixando-as mais próximas de seus filhos neste período importante da vida.

E você, amiga? O que acha que poderia ser feito para buscarmos esse equilíbrio no ambiente de trabalho?

Atenção ao stress é fundamental, ele pode desencadear diversos problemas de saúde.  Realize seus exames no Femme, o laboratório que tem o amor pela saúde da mulher como propósito. Faça seu pré-agendamento.

mulheres e o stress

O stress pelo Brasil: Causa do Infarto em Mulheres

Uma pesquisa da SulAmérica Saúde feita em 2009 em 12 estados brasileiros…

Uma pesquisa da SulAmérica Saúde feita em 2009 em 12 estados brasileiros revelou um dado preocupante: 51% das mulheres no meio corporativo sofrem de stress.

Segundo o Prof. Dr. Roberto Cardoso, especialista em Medicina Fetal e coordenador do Núcleo do Propósito no Femme – Laboratório da Mulher, nós estamos mais suscetíveis ao problema porque, em algumas situações, precisamos nos moldar ao modelo masculino imposto pelo mercado de trabalho.

Outra razão, de acordo com o médico, seria o modo como algumas pessoas lidam com o stress. A demora para percebermos o problema e desenvolvermos mecanismos – estratégias de coping – para enfrentá-lo.

Isso levou a um aumento nos casos de infarto em mulheres no Brasil. “Quando eu fiz medicina, a relação de infarto entre homens e mulheres era de 9 para 1, 10 para 1. Hoje é de 2 para 1, 3 para 1,” afirma o especialista.

SINTOMAS DE STRESS EM MULHERES

Os sintomas de infarto em mulheres são mais específicos e não se limitam a dores no peito. Se você sentir queimação ou pontadas, agulhadas no peito, ou falta de ar sem dor por mais de 20 minutos, deve procurar uma unidade hospitalar de pronto atendimento para investigar as causas. A pessoa com suspeita de infarto pode apresentar ainda vômitos, suor frio, fraqueza intensa e palpitações.

COMO EVITAR O STRESS

Existem formas de evitar o stress, especialmente no ambiente de trabalho. Uma delas é identificar a fonte do nervosismo como meio de trabalhar melhor o problema. Outra é aprender a delegar tarefas, não querer centralizar tudo. Clique aqui e confira outras dicas.

Verifique se sua saúde está em dia. Para isso, faça seus exames periódicos no Femme, o laboratório com décadas de trabalho dedicado às mulheres. Faça o pré-agendamento no nosso site.

Multitarefa -Como a gente consegue fazer tudo?

Como A Gente Dá Conta De Fazer Tudo?

Multitarefa. Ser mulher não é fácil! Muitas de nós têm jornadas duplas.…

Multitarefa. Ser mulher não é fácil! Muitas de nós têm jornadas duplas. Como conciliar tudo sem estressar ou cair de cama?

Marianna Armellini, Renata Augusto e Cristiane Wersom, do grupo de humor “As Olívias”, brincam com o tema, sem deixar de levá-lo a sério. Veja no vídeo, gravado durante a Campanha Saúde da Mulher 2015, promovida pelo Femme:

Dicas

Anda estressada? Existem alguns truques para evitar as consequências do stress no trabalho, confira neste texto publicado aqui no blog.

Com décadas de atendimento dedicado às mulheres, o Femme possui unidades em Moema e no Paraíso, próximas à Avenida Paulista.

Verifique se sua saúde está em dia. Realize seus exames periódicos no Femme. Faça o pré-agendamento no nosso site.