Young woman with illustration of reproductive system on grey background. Cancer concept

SOP: como é feito o tratamento dos ovários policísticos?

A SOP, ou Síndrome dos Ovários Policísticos, é uma disfunção hormonal crônica bastante comum entre mulheres em idade reprodutiva. Estima-se que o distúrbio afeta cerca de 6% a 19% dessa população, chegando a 2 milhões de novos casos por ano. No entanto, muitas ainda têm dúvidas sobre a doença e como é feito o tratamento.

Principais sintomas

Para entender melhor a Síndrome dos Ovários Policísticos, é preciso saber quais são os sintomas mais comuns da doença. Caracterizada por formar pequenos cistos nos ovários, a SOP pode ser associada a disfunções variadas, que vão de irregularidade menstrual a questões mais sérias, como a infertilidade. As mais recorrentes são:

  • menstruação irregular, com fluxos mais intensos ou até mesmo a ausência dos ciclos;
  • acne e problemas de pele devido à maior produção de sebo;
  • queda de cabelo;
  • hirsutismo, com o aumento de pelos nas áreas do rosto, colo e abdômen;
  • ganho de peso e obesidade;
  • dificuldade para engravidar;
  • ansiedade e depressão, entre outros.

Diagnóstico

Nem todas as mulheres com ovários policísticos apresentam os sintomas mencionados. Muitas vezes, eles sequer estão presentes, o que dificulta a identificação do distúrbio.

De acordo com o Consenso de Rotterdam, de 2003, para que a SOP seja diagnosticada, é preciso que a mulher apresente ao menos dois entre os seguintes sintomas: ciclos menstruais irregulares, hiperandrogenismo (acne, alopecia ou hirsutismo) e presença dos cistos nos ovários.

Por isso, a consulta ao ginecologista é muito importante, pois somente o médico vai recomendar uma bateria de exames combinados ao ultrassom ginecológico para dar o diagnóstico definitivo.

Tratamentos

Uma vez diagnosticada a SOP, o tratamento está principalmente no cuidado com os sintomas. Porém, na maior parte dos casos, mudanças saudáveis no estilo de vida da mulher serão indicadas, englobando alimentação balanceada e prática de exercícios físicos regulares, assim como deixar de lado hábitos como tabagismo e consumo de álcool em excesso.

Além disso, naquelas com sobrepeso ou obesidade, a recomendação inicial é o emagrecimento. Muitas vezes, só a perda de peso melhora significativamente o quadro dos ovários policísticos. Já em mulheres com irregularidade menstrual, o uso de anticoncepcionais pode ser prescrito. Contudo, é importante frisar que, em qualquer das situações, a consulta ao ginecologista é fundamental.

1 comentário em “SOP: como é feito o tratamento dos ovários policísticos?Adicione o seu →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *