Reposição Hormonal: Como Evitar Trombose Venosa?

Reposição hormonal: Como evitar trombose venosa?

Com a chegada da menopausa, muitas mulheres preferem recorrer para a reposição hormonal, tentado evitar os sintomas mais indesejados. Essa recarga de hormônios traz uma diminuição nos sintomas da menopausa como, por exemplo, o ganho de peso, as alterações de humor e o famoso “calorão”. Porém, essa prática pode trazer alguns efeitos colaterais que devem ser colocados na balança e conversados com um médico especialista.

Quais os tipos de reposição hormonal?

Atualmente, existem diversas formas de fazer a reposição hormonal e com diferentes formas de aplicação. A escolha deve ser feita conforme a indicação do ginecologista para cada paciente, ou seja, são decisões particulares. Conheça alguns tipos:

Comprimidos: são ingeridos diariamente, feitos à base de estrogênio sintético ou fito-hormônios (hormônios naturais extraídos de algumas plantas).
Adesivo e gel: são aplicados na pele, têm a comodidade de não precisar tomar comprimidos diários.
Injetável: são aplicações por injeções mensais ou trimestrais.
Anel vaginal: é colocado dentro da vagina e trocado uma vez por mês.

Qual o método mais seguro para evitar trombose venosa?

O medo dos riscos, principalmente da trombose venosa, tem feito as mulheres evitarem a reposição hormonal. Estudos mostram que o método de reposição hormonal via oral com hormônios sintéticos pode trazer um risco 58% maior da mulher desenvolver uma trombose venosa.

Porém, uma pesquisa britânica trouxe uma informação boa para quem está pensando em investir nesta reposição. De acordo com os pesquisadores, a reposição hormonal transdérmica (que é realizada por meio de adesivo ou gel colocados na pele) tem menor risco de promover a trombose venosa.

Lembrando que a associação do método oral de reposição hormonal com a trombose venosa não significa que o problema vai acontecer em 100% das pacientes; por isso, deve-se sempre conversar com o médico antes de tomar a decisão, para que a reposição hormonal traga somente vantagens para a vida da mulher!

1 comentário em “Reposição hormonal: Como evitar trombose venosa?Adicione o seu →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *