Mulher sênior moderna em jeans no sofá

O cuidado com a saúde mental das mulheres na terceira idade

O envelhecimento da população mundial tem se tornado uma questão cada vez mais latente na medida em que tem impacto direto na situação socioeconômica e política dos países ao redor do mundo. Porém, quando envolvemos o problema da saúde mental, a preocupação com essa parcela da população não aparenta diminuir, visto que, por uma série de motivos, essas complicações não param de crescer.

Fatores de risco para a saúde mental da mulher na terceira idade

Podemos perceber que os riscos de desenvolver algum tipo de problema ou dificuldade vinculada à saúde mental existem em qualquer momento da vida. Apesar disso, pessoas em estado de envelhecimento parecem ficar um pouco mais vulneráveis a elas. Acontecimentos como a perda de entes queridos e o declínio de suas habilidades funcionais normalmente agem negativamente na vida dos idosos, de forma a aumentar, por exemplo, sua solidão e seus níveis de estresse. Para além das dificuldades corriqueiras da vida de qualquer um, esse grupo ainda teria que lidar com aquelas comuns à idade.

O envelhecimento e o impacto para a vida da mulher na terceira idade

Toda a trajetória do envelhecimento e a diminuição das reservas funcionais causam um desgaste psicológico muito grande, porém isso nunca deve ser entendido como uma doença. Ou seja, pode-se sim envelhecer e todos terão um impacto no corpo com isso, porém não se deve acreditar que esse processo biológico seja, por si só, uma doença.

É importante que os familiares fiquem atentos aos episódios depressivos que podem acometer pessoas na terceira idade. O envelhecimento traz algumas perdas naturais normais, principalmente cognitivas, mas nessa fase da vida a depressão se manifesta de forma diferente da fase jovem e adulta. Na terceira idade a depressão apresenta sintomas de prostração, dores físicas, diminuição das atividades rotineiras e perda de memória.

Ao perceber esses sintomas, alimente o hábito de praticar atividades físicas, estudar algo novo, adotar um animal de estimação, readquirir o hábito de ouvir boas músicas, fazer trabalhos voluntários, resgatar hobbies antigos ou até mesmo conhecer pessoas que estejam na mesma fase da vida, para compartilhar esses momentos  e se sentir inserido no meio em que vive.

Se você está nessa fase da vida ou conhece alguém que esteja, converse com um médico e agende os exames no Femme.

 

Clique para pré-agendar

1 comentário em “O cuidado com a saúde mental das mulheres na terceira idadeAdicione o seu →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *