Infecção urinária em idosas: por que é preciso ficar atenta

Infecção urinária em idosas: Por que é preciso ficar atenta?

Por ser silenciosa, a infecção urinária traz consequências graves para a saúde, principalmente para idosos. Por isso, é muito importante estar atento a qualquer mudança na cor, no cheiro e nas sensações ao urinar e procurar imediatamente a ajuda de um profissional da saúde.

Primeiro ponto importante: o que é a infecção urinária? Nada mais é do que uma doença que se instala no aparelho urinário pelas bactérias que vivem na área próxima ao ânus. Teoricamente, não há nada de errado com essas bactérias, pois são comuns na região. O problema é quando elas vão para a bexiga e chegam aos rins, é nessa hora que a infecção se instala.

Essa é uma doença que não escolhe idade e, de acordo com a Sociedade Brasileira de Urologia, os homens mais velhos tendem a desenvolver a doença a partir dos 65 anos, sendo que após os 80 anos esse número aumenta e, em muitas vezes, são casos sem sintomas, o que é ainda mais preocupante.

Já nas mulheres idosas, a chance de desenvolver a infecção urinária é ainda maior, pois o canal é mais curto e ainda mais próximo do ânus, o que acaba facilitando a contaminação por microrganismos. Outro evento que ocorre nessa faixa etária é a diminuição significativa da produção de um hormônio importante, o estrogênio, e isso causa ressecamento e inflamação das paredes vaginais, abrindo caminho para as bactérias próprias da região, culminando no quadro de infecção urinária.

A infecção urinária em idosos pode ser facilmente evitada com a adoção de alguns hábitos, confira:

  • Sempre passar o papel higiênico de frente para trás;
  • Evitar a higiene íntima excessiva;
  • Evitar banhos de banheira;
  • Não usar produtos químicos na região íntima;
  • Evitar ducha vaginal;
  • Beber bastante água;
  • Evitar segurar a urina por muito tempo.

Procure sempre a ajuda de um especialista, em caso de:

  • O volume de xixi estar muito acima ou muito abaixo do normal;
  • Forte odor na urina;
  • Coloração estranha ou sangue na urina;
  • Dor ou ardência ao urinar.

Lembre-se que a infecção urinária em idosos, se não tratada, é muito grave. A infecção pode agravar os sintomas, causando dor, mal-estar, vômitos e febre contínua.

 

1 comentário em “Infecção urinária em idosas: Por que é preciso ficar atenta?Adicione o seu →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *