cromossomopatia

Cromossomopatia: detecção de síndromes genéticas no feto

Por meio de exames é possível detectar, logo no pré-natal, problemas de cromossomopatia, síndromes originadas por alguma alteração no número de cromossomos do feto.

Síndrome de Down, por exemplo, é uma trissomia – a presença de três cromossomos, e não dois como é comum, de um tipo específico – do cromossomo 21.

EXAMES

Até há algum tempo eram feitos exames muito invasivos para a detecção das cromossomopatias. Hoje, é possível detectá-las com métodos muito mais rápidos e mais tranquilos para a mãe e seu bebê, como contou a Dra. Viviane Lopes, coordenadora do setor de USG do Femme, durante a Campanha Saúde da Mulher 2015.

“A gente consegue detectar somente pelo ultrassom uns 80% dos bebês com síndrome,” afirmou.

Ela ainda revelou que também é possível descobrir qualquer cromossomopatia por meio de análise de DNA do sangue da mãe. “A placenta do bebê joga constantemente DNA, que na maioria das vezes é o DNA do bebê, na corrente sanguínea da mãe,” explicou.

No Femme – Laboratório da Mulher, você tem à sua disposição alta tecnologia e atendimento humanizado para fazer os exames necessários para o seu pré-natal. Pré-agende pelo nosso site ou pelo aplicativo, disponível para Android e iPhone.

Saiba mais: Exames, Institucional e Saúde.

2 comentários em “Cromossomopatia: detecção de síndromes genéticas no fetoAdicione o seu →

  1. Ola tenho 18 anos engravidei aos 17 mais perdi minha filha quando eu tava com 7 meses quando a vi nao com problemas mais quando fui fazer exames deu cromossopatia e uma outra que nao lembro o medico falo pea mim que eu nao poderia mais engravidar mais gostaria de saber que uma pessoa com cromossopatia pode engravidar de novo porque hoje com 18 anos agora sou casada meu marido nao tem filhos ai tentamos esperei 1 mes fiz o teste de farmacia e deu positivo sera que minha gravidez e de risco????

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *