Young woman suffering from pain in wrist at workplace

Artrose: uma doença muito comum entre as mulheres

A osteoartrite, também conhecida como artrose, é uma doença muito comum em pessoas com mais de 50 anos. Sua principal consequência é uma forte dor nos ossos e articulações, causadas por danificações nas cartilagens, um tecido que amortece e protege as conexões entre os ossos.

Os nossos ossos estão constantemente se regenerando; essas transformações, tão fundamentais para a saúde do corpo, são chamadas de calcificação. A calcificação ocorre nas mulheres por meio do estrógeno, um hormônio que diminui com a menopausa, o que explica uma maior incidência de artrose em mulheres 50+.

A artrose não tem uma cura específica, mas existem diversas possibilidades para aliviarmos os sintomas e também para fortalecermos o corpo e prevenir essa condição. Práticas esportivas, fisioterapia e até mesmo uma alimentação rica em alimentos anti-inflamatórios, como a sardinha, têm um papel importante no combate da artrose.

Atenção aos sintomas!

Já sabemos que os sintomas da artrose são dores nas juntas e articulações, mas esses sintomas podem começar com dores reduzidas e específicas. Se você costuma carregar muito peso, praticar esportes ou sentir algum incômodo no corpo, é possível que você já tenha algum sinal da doença.

É fundamental procurarmos um ortopedista com a menor persistência de qualquer um dos sintomas, já que a artrose tem mais chance de ser controlada o quanto antes ela for detectada.

Mantenha a sua qualidade de vida

Caso você já tenha sido diagnosticada com a doença, é muito importante realizar algumas práticas para não sobrecarregar os ossos, como fortalecer os músculos com exercícios moderados e acompanhados, utilizar tênis confortáveis no lugar de sapatos e ficar descalço. Suplementação de colágeno, um agente regenerativo, também tem mostrado redução dos sintomas em alguns pacientes.

Sempre cuide de sua saúde e, se precisar, conte com o Femme para realizar os seus exames.

1 comentário em “Artrose: uma doença muito comum entre as mulheresAdicione o seu →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *